O mundo “quase” invisível…

DSCN8570

Muito além dos nossos olhos, e das impressões e preocupações do nosso apressado cotidiano, existe um mundo vivo de diminuto tamanho, que em silencio nos rodeia e nos encanta.

Um verdadeiro universo natural, de seres minúsculos e de formas estranhas, que se escondem,mas que também muitas vezes se revelam, aos olhares de um atento e curioso espectador humano… Surpreendentes presentes da natureza!

E para quem habita um recanto com plantas e vive no aconchego das coisas naturais, basta uma visão um pouco mais apurada para descobrir as pequenas sutilezas deste mundo “quase” invisível ao nosso redor.

No nosso caso, até mesmo diante da grandiosidade de nossa amendoeira “gigante”, sempre conseguimos encontrar admiráveis seres que habitam a imensidão de seus galhos e folhas.   E entre as visitas de pássaros,micos,morcegos e insetos de tantas formas e cores, a claridade das manhãs sempre nos brindam com diferentes cenários encantados…

Nesta semana,por exemplo, descobri admirada,  novos cogumelos “orelhas de pau”. Sem dúvida,interessantes fungos que adoram encontrar morada num cantinho mais úmido e sombreado de um tronco. E estes, de coloração próxima à própria casca da árvore, poderiam passar muito tempo despercebidos de todos nós…Afinal, quem haveria de prestar atenção no tronco velho e enrugado de uma frondosa amendoeira? (Rs…)

DSCN2148

Mas realmente lá estavam eles: Estranhos e inusitados cogumelos “orelhas de pau” !

DSCN2141

E se nosso olhar viaja da árvore para a rosa mais próxima, lá poderemos encontrar também outros pequeninos e curiosos personagens de jardim, como uma esbelta e graciosa vespa de asas caramelo… Uma visitante atrevida e que parece se fartar no adocicado perfume de uma bela flor!

DSCN8583

Em outro dia, é a visão inesperada de  fascinantes “percevejos” (insetos da ordem dos hemípteros) que nos encanta por breves minutos.  Atraídos pela flor já sem vida do nosso grande cacto, estas pequeninas criaturas parecem vindas de uma outra dimensão, ou talvez da imaginação de um escritor de algum “conto de ficção científica”…Realmente criaturas de aspecto surreal…Mas muito bonitas!

DSCN1370

E então, ainda nesta semana, me surpreendi novamente ao encontrar estas pequeníssimas “estruturas” (cada uma menor do que um grão de arroz!) , agarradas  numa fina ramificação de galho do nosso arbusto de “ficus” … Nunca havia reparado nelas antes…Seriam minúsculos cogumelos,  “ovinhos” ou delicadas “pupas” (casulos) de algum outro inseto, cuja existência transcorre longe de nossa limitada visão humana?

DSCN2197

E eu, diante deste minúsculo “mistério” da natureza, fico daqui curiosa com mais este segredo deste “mundo quase invisível” que nos cerca… Será que alguém já viu algo parecido e tem uma pista?

Mas enquanto me via pensando neste assunto, uma agitação leve na água de nossa pequena piscina me chamou a atenção… E agora, seria mais uma abelha que estava se afogando?

Entretanto, pra minha surpresa, o que eu encontrei mesmo foi uma pequenina borboleta colorida,lutando avidamente pra escapar da água…

Rapidamente consegui salvá-la, e a depositei com cuidado, numa das “flores” de um dos nossos mini-antúrios,para que a borboletinha assustada pudesse agora secar as suas delicadas asas…

DSCN2156
Passados alguns minutos, ela conseguiu abrir as asinhas cor de sonho… E eu fiquei ali, encantada e contente, em ver que ela conseguiria se recuperar e voar novamente… Uma doce alegria pra mim !

E neste nosso cantinho carioca, que é o nosso querido recanto no mundo, sempre agradeço por essas pequeninas alegrias do nosso dia a dia, onde até mesmo a surpreendente singeleza de um mundo “quase invisível”, traz pura poesia e novos encantos ao nosso caminho.

Desejando daqui pra todos vocês, de coração, que os nossos olhos sempre estejam bem abertos para  olhar o mundo com curiosa alegria, e poder enxergar o lado mais bonito e terno da vida…Seja ele de que tamanho for!

DSCN2159

Meu abraço carinhoso e uma linda e iluminada semana pra todos!!!!

fr-flower-butterfly-teresamsg1

Anúncios

15 comentários em “O mundo “quase” invisível…

  1. Teresa, a vida é tão bela…. amei o seu post. Encantador por ser tao verdadeiro.

  2. Você é mesmo uma pessoa muito especial… Me sinto feliz e presenteada por Deus por encontrar neste mundo distante uma amiga assim tão sensível e carinhosa com vc.
    Olhar a natureza assim e enxergar o mundo destes pequeninos seres tão belos e indefesos que por vezes passam aos nossos olhos despercebidos. Que lindo seu post querida Teresa!!
    Parabéns amiga, tenha uma bela semana e que Deus a proteja .
    ABRAÇOS COM CARINHO

  3. Teresa,

    Esse mundo misterioso que nos cerca, só é percebido por pessoas como você que ama e cuida da natureza. Eu amo fazer isso também, e tenho descoberto e visto coisas que nunca imaginei.
    Tem uma frase muito certa: a beleza está nos olhos de quem a vê.
    Não tenho ideia do que sejam esses seres tão pequenos que logo chamei de cotonetes da floresta. Mais uma obra prima de Deus que eu não conhecia.

    Amiga, seu blog é um encanto, e tudo que você escreve vai direto aos corações dos amantes da natureza.

    Uma linda semana! Beijos

  4. Esse “mundo quase invisível”, é fascinante!
    Mais um post que me encanta amiga…um texto que demonstra a tua sensibilidade e amor pelas coisas da natureza. As fotos estão lindíssimas, parabéns!
    Tenha uma semana abençoada amiga!
    bjus!

  5. Oi Teresa, ter um olhar voltado pra natureza, é ter sensibilidade pra alcançar detalhes quase invisíveis, mas não desapercebido, pois tudo encanta e solta aos olhos de quem ama a natureza, e vc que tem esse amor e tb sabe expressar tão bem os seus sentimentos, e isso nos deixa companheiros de suas aventuras nesse mundo tão lindo, quer, em suas viagens, quer, no seu próprio jardim, adoro acompanhar…
    Beijinhos e uma ótima semana!

  6. Teresa!
    Que coisa linda esse seu jeito especial de escrever todas essas maravilhas da natureza, eu observo muito os bichinhos que estão a minha volta aqui no mato, e descubro sempre uns danadinhos diferentes, essa semana me chamou a atenção um minúsculo inseto que pula, mas não fotografei, a noite ele entra dentro de casa e fica fazendo uns estalinhos , meu neto ficou com medo ….kkkkkk nunca vi tão medroso!
    Bonitinho esse bichinho parecido com um galhinho, e umas anteninhas que parecem bolinhas de algodão, estranho e bonito!
    Boa semana! bjss

  7. Oi Teresa minha doce amiga… quantas saudade de voce flor!! O motivo da ausencia como sempre é a falta de tempo.

    Minha querida, como sempre amo seus textos, tambem fiquei encantada com as novidades e imagens de sua viagem. E emocionante ver como somos agraciados com tanta beleza.
    Bjks minha querida e otimo feriado e findi semana.

  8. Oi, Teresa! Adoro suas fotos, mas estas ficaram um espetáculo. Que detalhes impressionantes, fiquei fascinado com a beleza e delicadeza deste microcosmos. Parabéns, imagino que seja difícil capturar estas imagens. Também adorei sua amendoeira, de fato, gigante! É um privilégio poder viver cercada pela natureza e suas pequenas surpresas escondidas. Adorei, muito obrigado por compartilhar estas maravilhas.

    Um grande abraço e tudo de bom!

  9. Texto verdadeiramente encantador, Teresa! Bem escrito, delicado… oportuno. Num tempo em que a mídia nos sobrecarrega de “desejos”, bom demais ser levada a desejos possíveis, como os que vc apresenta aqui. Amei ver um punhado de coisas que nunca vira na vida – como um percevejo.. rs
    Abraço!

  10. Olá, minha doce amiga! Que encanto esse seu post 🙂 eu também fico atenta a esse mundo quase invisível, quando vejo algo fico toda feliz! Esses cotonetezinhos de fadas eu não conheço, o que serão????Fiquei curiosa, quando descobrir me conte. Com esse post, me senti tão parecida com vc : ) e fiquei imaginando nós duas atrás de aventuras nesse mundo quase invisível. Beijosss miga!!!

  11. Oi Teresa boa tarde! Sempre me encanto com este tipo de postagem que vc faz, adoro esses por menores da vida, que somente olhos como os nossos conseguem enxergar, sinto-me privilegiado e humildemente superior das pessoas que só enxergam as escorias da vida, e tumultos do mundo dos humanos..

    Sabia que já vi destas estruturas que mostrou aqui, já vi lá em casa, nas poucas plantas que temos por lá, e ficava sempre curioso em saber o que é, eu sempre imaginei ser pupas de algum inseto, e ficara morrendo de curiosidade pra saber de que animalzinho era, mas agora vc falando em fungo, fiquei aqui matutando se poderia ser ou não fungos diminutos, daqueles que suspendem no alto de um fio fino o seu corpo de frutificação, mas uma vez reparei que a parte de cima desta “capsula” estava aberta, o que dava a impressão de algo teria saído de dentro, um microscópio faz falta! rs

    Que bom que a borboleta conseguiu se recuperar!

  12. Adoro olhar esse mundo quase invisível mas tão importante e muito curioso. Nunca vi aqueles seres que parecem “alfinetes”. Bjs.

  13. Hola tudo bom!!! eu encontrei na semana passada a mesma plantinha, fico feliz de saber quer nao tour louca! si voce conseguir o nome me diz, Abraçosss

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: