Estória de abelhas e flores

Uma frente fria prateada finalmente chegou na nossa cidade, trazendo um dia de muita chuva, e o frio já esperado para esta época do ano…Surpresa com a mudança climática, senti logo saudades daqueles dias tão azuis, com jeito de uma terna e doce primavera.

De manhã, pelas ruas úmidas e frias, cariocas com casacos e calçados fechados, demonstravam que o inverno realmente estava agora chegando…

Mas será mesmo?  Pareciam me dizer as pequeninas abelhas escuras, conhecidas por aqui como “arapuãs”, que no nosso quintal, após a chuva, voavam alegremente, visitando flor em flor… Abelhas muito pequenas e graciosas,cujo bailado dava gosto de se ver…Uma lindeza!

As “arapuãs” ( nome científico Trigona spinipes) são abelhas nativas muito frequentes por todo o Brasil, e junto com as “jataís” (abelhas douradas),são muito conhecidas  pelo nosso povo.

E apesar da friagem do dia,elas pareciam muito contentes nesta manhã, e animadas, visitando cada singela flor desabrochada nesse nosso cantinho.   Mas muito ocupadas com seus “trabalhos”,coletando e se fartando do néctar oferecido, nem se importaram com a minha presença bem pertinho delas… E com o “click” da nossa máquina fotográfica, fui registrando suas labutas diárias e o seu vôo tão especial…

                                     Mas apesar do meu entusiasmo, sei que muitas pessoas, e até animais, não gostam lá da companhia dessas “arapuãs” não… Famosas pela sua mania de se enroscar em cabelos ou pêlos de mamíferos desavisados, elas às vezes, acabam causando um pouco de transtorno e confusão para os espíritos mais assustados… (Rs…) Mas nada que se converta em algum incidente grave,uma vez que  são abelhas nativas (100 por cento brasileiras) e não possuem ferrão algum… No máximo dão um pequeno susto nas suas “vítimas” mais curiosas, e voltam para passear em alguma linda flor… (Rs…)

E fazem tanta festa diante de um belo e perfumado lírio , que quando me dou conta,numa única flor, já estão reunidas mais de 5  lindas abelhinhas… Sem dúvida, um animado “banquete de família”…Cena que encanta sempre os meus olhos!

                      Então, nesse início de uma fria manhã, fico aqui distraída um bom tempo,me divertindo com elas e seus malabarismos divertidos, se pendurando e se contorcendo em cada estame cheio de pólen de flor…

Mas contrariando o pensamento de muita gente, as nossas abelhas nativas não são “úteis” apenas para a produção e obtenção do mel e de seus derivados (como muitas crianças aprendem frequentemente na escola). Na verdade, elas são elementos de extrema importância nos ecossistemas, e responsáveis por quase 90 porcento da polinização de nossas plantas e árvores nativas.  Ou seja, sem a existência dessas pequeninas e aparentemente frágeis abelhas,  a quase totalidade  da nossa flora nativa, teria muita dificuldade de sobreviver. Para se ter uma idéia, a perda de uma única espécie de abelha polinizadora, poderia reduzir ou até mesmo extinguir várias espécies do nosso mundo vegetal… Pois é, parece mesmo incrível,mas as abelhas fazem um papel fundamental na nossa própria sobrevivência humana.

Por isso, quando você olhar para uma delicada abelhinha nativa (são cerca de 300 espécies distribuídas pelo Brasil inteiro), lembre-se que aquele pequenino ser, na sua jornada diária obstinada, à procura de néctar e pólen, carrega uma esperança viva de novos frutos que virão…

 Beijos doces como mel no coração de todos vocês!!!!

                    Teresa

Anúncios

11 comentários em “Estória de abelhas e flores

  1. Teresa,

    Lindas imagens que você nos trouxe junto com essas abelhas. Mas deixa eu te contar, que um enxame delas entrou em meu cabelo, lá em Brasilia, enquanto estive no Brasil. Foi o maior susto. Até aquele dia eu não sabia que elas não tinham ferrão. Se tivesse, eu estava ferrada. Rs

    Lendo esse lindo post, fico feliz em saber da importância delas no ecossistema. Afinal, eu tive o prazer de hospedá-las em meu cabelo por vários minutos. Rs

    Lindo post.

    Beijos

  2. Adorei o post Teresa! as imagens como sempre, belíssimas. Não vou mais esquecer como é lindo e importante para a natureza, o “trabalho” de nossas pequeninas amiguinhas…
    bjus! uma linda noite prá você!
    yves

  3. Oi Teresa!
    Que legal essa interação das abelhas com as flores! O máximo você conseguir captar essa delicadeza! Nessa casa sempre a natureza se manifesta de forma tão linda!!!
    Bjsss e uma ótima semana para vocês!

  4. Que preciosidade esse seu texto! E as fotos? Cada qual mais linda! Hoje lembrei-me de você quando assisti TV pela manhã. O dia amanheceu frio e resolvi não sair do sofá! Mas, é que foi mostrado uma vila no subúrbio do Rio, bem tranquila e com belos quintais…
    Deixei dois contos novos lá na casa da vovó.
    Bjs.

  5. Boa Noite amiga ,como sempre uma linda e doce postagem ,vc é mesmo uma pessoa muito especial,por aqui o tempo também esta frio e chuvoso,venta muito um vento bem gelado de doer os ossos ,nem da vontade de por a cara pra fora,que passe logo o inverno ,beijos com carinho minha linda

  6. Oi Teresa boa noite! nossa minha amiga adorei essa imagem com a abelhinha voando! eu conheço essas abelhinhas pretas por abelha cachorro, elas são belas conhecidas minhas rs, quando eu era criança tinha uma colmeia delas na varanda daq de casa, enorme! ficou por muito tempo, mais cresceu tanto que meu pai tiro, lembro que o mel delas era meio esverdeado e azedinho, e sempre as vejo sobrevoando por ai a fora : ) uma vez elas atacaram o meu cacto, mastigaram e levaram o “leite” dele, ele ficou todo marcado com as mastigadas dessas abelhinhas!!

  7. Oi Tereza!
    lembro-me que uma vez as abelhas fizeram uma colméia na janela do meu quarto , e não podiamos abrir, foram meses sem entrar sol no quarto , até que meu pai derrubou a cachopa …eu era criança e naõ entendia nada!
    Bela homenagem para a querida Tina , que agora mora nas nossas lembranças,ela era da mesma cidade que eu,nossos pais trabalhavam na Vigorelli, estudamos na mesma escola …depois nos separamos e só viemos a nos encontrar no blog.
    uma pena!
    A vida é assim , agora estamos…daqui a pouco não estamos mais!
    Tereza só consigo entrar no seu blog pelo meninasqueleem, porque?
    qdo me deixa comentários , clico e me leva em um outro blog sem postagem….
    qdo fala do frio aí, fico pensando que deve ser uma delícia, porque aqui é insuportável , o frio dói, congele me deixa irritada…é dificil fazer qualquer trabalho!
    Essa semana a água congelou dentro da mangueira…tivemos que quebrar para desrroscar da torneira.
    Uma bela semana pra ti!
    e obrigada por estar sempre presente no meu Kantinho
    com seu carinho!
    abraços!

  8. Lindas fotos, como sempre!Teresa, o arapuá, por aqui chamo de abelha-cachorro. Ás vezes brigo com elas, pois elas comem determinadas flores. Tenho uma orquídea que quando dá flores, escondo delas rsrsrs.Beijoss e adorei o post florido.

  9. Legal! Quando essas abelhas enrosca no cabelo como tira ele sem que elas morra? ate hoje não sei qual o motivo delas enrolar nos cabelos assim. é por gosta de pelos ou é sua defesa?

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: