Nossa casa e nossas estórias

“A nossa casa  é simples…Nem grande nem pequena.  Foi erguida em um terreno alto, perto das árvores.  Ela  já é senhora…De um tempo meio antigo, que ainda está perto e ao mesmo tempo distante…

Ela é guardiã da natureza…Fica ali quieta, iluminada, observando as plantas e os bichinhos ao seu redor. Gosta muito das samambaias da varanda, do bouganvilie e suas flores avermelhadas… É amiga da gigante   amendoeira da frente  e das pequeninas plantas que se espalham pelo quintal…Gosta  da visita bem humorada dos bem-te-vis  e   do encantado vôo dos beija-flores…Aprecia  o carinho do vento suave e o canto dos sábias de setembro…E adora o riso da gente!

Ela tem alma do Rio antigo…Muitas de suas partes vieram de outras casas muito mais antigas, de velhos casarões de Ipanema, que foram demolidos sem dó, nem piedade, para darem lugar à prédios frios e sem graça…Por isso, ela tem a memória do mar e de sua maresia  em suas paredes. E quando uma gaivota errante passa sobre os seus telhados, ela suspira  e recorda o seu passado.

Tem um certo orgulho das suas telhas da varanda ,que vieram das terras distantes da França  e se debruçam acolhedoramente sobre a entrada de suas largas portas…É  casa amiga, que sente prazer em acolher amigos e proteger crianças.

Quando viemos pra cá , há oito anos atrás, foi amor à primeira vista…De nós por ela e dela por nós! Entramos na rua pra ver uma outra casa,bem menor e singela… O rapaz da imobiliária é que se lembrou : ” Vocês não gostariam de ver uma outra casa aqui pertinho? Ela se parece com uma casa de sítio…Vamos lá ? É sem compromisso…”

E o encanto foi tanto entre ela e nós, que pequenos e inexplicáveis eventos se sucederam…E cá estamos na nossa ” casa de sítio” dentro da cidade do Rio de Janeiro…Habitando em meio a este lugar especial…Criando filhos  e plantando sonhos…”

Escrevi o pequeno texto acima para fazer um dos primeiros posts aqui do blog (“A  casa do sítio”), há mais de 1 ano e meio atrás.  Mas hoje, resolvi reeditá-lo por uma razão muito especial, pois fazem agora exatamente 10 anos que estamos morando nesta casa tão querida para nós!

E desde o início desse nosso caloroso “caso de amor” por ela, sempre nos sentimos ligados, de uma forma genuína e amorosa, à este pequeno lugar do mundo. E ela, por sua vez, tem sido pra nós, um cantinho terno  de abrigo, tranquilidade e alegria.  Sem dúvida, um recanto gracioso e acolhedor, nesta cidade tão imensa e repleta de tanta agitação, e de  realidade às vezes tão dura…  E diante de tantos lugares difíceis, onde a alma da gente se sente prisioneira, viver nesta casa rústica e ao mesmo tempo encantadora, é habitar um singelo oásis de paz, para nós,seres humanos, e a natureza ao nosso redor.

Muitas pessoas acreditam que nada é por acaso nessa vida. E refletindo sobre isso, penso que realmente existem coisas que a razão não explica , que só o coração sente, e apenas o tempo pode ser portador de respostas…  Seja como for,  penso muitas vezes, que viver aqui, seja uma pequena e maravilhosa dádiva. E que esta velha casa parece ter uma espécie de vida própria e , de alguma maneira, ela gosta de nós também… E quando isso acontece, minha imaginação voa ao longe, e por alguns mágicos segundos, sinto o “coraçãozinho” desta casa antiga bater docemente, e suas paredes fortes de tijolos, parecem nos dizer, que esta  casa não está aqui por simples obra do destino não … Ela é mesmo, para todos nós, família e queridos amigos,  um grande e carinhoso presente de Deus!

Beijo  grande  no coração de todos vocês!!!!!!!

                                  Teresa

Anúncios

18 comentários em “Nossa casa e nossas estórias

  1. Oi, Teresa! Também moro numa casa no Rio de Janeiro. Sempre preferí casa, porque já morei em apartamento e como você disse, parece que estamos numa prisão.
    Ainda mais que trabalho no centro da cidade e vivo na correria da cidade grande…
    Sua casa é linda e com alma. Acho que a casa também tem que “gostar” da gente, assim ela colabora com o clima de harmonia no lar.
    Bjossss

  2. Teresa cada vez mais me encanto, essa velha casa é amor puro, pelo que sinto tudo que vem de você tem tanta ternura, que as vezes parece que vivemos um conto de fadas. Amei tudo que escreveu, sua casa é linda. Obrigada pelo carinho de suas palavras em meu blog. Quando você falou no seu fim de semana com as crianças em casa, senti saudades do tempo que a minha casa também vivia toda de perna pro ar com as bagunças mais lindas da vida… as crianças nos dão prazer e alegria. Mas um dia tenho certeza que aqui voltará aos bons tempos, quando o meu menino resolver casar e meda netinhos, nossa será alegria completa. Mas por enquanto é apenas um sonho Teresa, meu menino namora, mas não quer saber de casar. Uma vez toquei no assunto casamento, ele me respondeu ” mãe eu queria não ter crescido, gostaria de ter ficado pequeno”. Para mim é e sempre será meu pequeno, mas todos nós temos que fazer nossa vida, e o meu menino não pensa assim. Mas tenho certeza que ainda terei meus netinhos correndo pra lá e pra cá.
    Teresa desejo a você uma linda quarta-feira.
    Beijos,minha querida amiga.
    Sonia

  3. Teresa tua casa é um sonho! Linda demais, rodeada de natureza por todos os lados. É emocionante e contagiante o carinho que você tem por ela. Ela é apaixonante, obrigado por compartilhar conosco o seu lindo e especial cantinho.
    bjus!
    yves
    Adorei teu post “Fadas no nosso jardim”, não disse que teu jardim era mágico…tem até fadas!!!

  4. Oi Teresa! boa noite! é muito bonito como vc fala da sua casa, e realmente a sua casa é um “achado” ao meio dos predios e movimento que é o Rio, vc que viaja muito e conhece lugares badalados deve ser uma agradavel sensação em ter uma casa tao acolhedora ao meio da natureza, atras de sua casa é um floresta? dever ser otimo morar tão proximo assim das arvores e ainda assim perto da cidade grande rs!

    O meu pai tambem fala daqui de onde moramos com muito orgulho e sentimento, ele saiu de uma cidadezinha Mutum MG, sem nada, e cresceu e conseguiu o que temos aqui, eu as vezes falo pra ele que se ele vendesse tudo que temos aqui dava pra comprarmos mais de um muito bom apartamento, onde podíamos morar em um e alugar os outros dois, mais ele não tem coragem, ele ate briga que eu fale isso … rs … moramos em uma boa avenida perto de tudo e gosto daqui pois moro aqui desde bebe! Mais o predinho não e todo acabado ainda, e acho que e melhor vender pra quem ter condições de terminar e comprarmos um em outro lugar que já esteja prontinho e novinho! mais ele e muito apegado aqui, mais enfim, cada um com suas ideias, nao sei se estou certo ou errado…

    abraços!

  5. Eu também sou mais uma que adorei conhecer a história da casa de sua família e não me importava nada que fosse minha.
    Há muitas “moradias” que guardam nas paredes muitas histórias e memórias, que restauradas e adaptadas à vida moderna muita gente as gostaria de possuir, mas muitas vezes são demolidas e constroem apartamentos, o que é uma pena.

    Beijo grande para si também.

  6. Oi Amada amiga Tereza sua casa é um encanto só ,me delicio com suas postagens sobre ela,sempre cheia de carinho e aconchego um verdadeiro lar,adorei esta postagem ,como sempre linda de se ver e se ler,também moro num lugar rodeado de natureza e não troco por nada,amo viver assim ,por aqui o outono ja esta trazendo consigo noites frias boas pra dormir kkkkk e logo chegara o inverno que sempre é bem rigoroso com noites geladas e dias muito frios,mas ja estamos acostumados com isso é normal por aqui,beijos minha querida amiga que Deus abençoe sempre este seu lindo lar e sua familia para que continuem sendo felizes para sempre ,grande e forte abraço de sua amiga catarinense que ti adora….

  7. Oi teresa!
    Por várias vezes já imaginei o lugar onde fica a sua casa. Lendo seus posts dá para sentir uma curiosidade quando você diz que mora no Rio e numa casa que parece casa de interior. A princípio pensei que você morasse na região serrana, mas aos poucos fui compreendendo que mesmo em cidades como o rio é possível haver cantinhos tão especiais e graciosos como o seu.
    depois volte lá no meu blog e veja outro post que fiz sobre a cultura mineira. Acho que você vai gostar.

  8. Olá Teresa!Que post encantador!O jeito todo carinhoso com que vc fala de sua casa é apaixonante :). Uma casa assim, tendo como vizinha a natureza, não tem como não ser encantadora!Parabéns pelo post, foi uma leitura mágica.
    Beijinhos

  9. Oi Tereza!
    já deu para notar que adora escrever pois eu me delício com seu enredos.
    morar na cidade do Rio numa casinha assim é mesmo um previlégio, conheço um pouquinho desse lugar e qdo estou porai caminho por esses lugarzinhos com casas no meio de muito verde, e me enkanto.
    E só moraria no Rio se fosse assim …no meio da natureza !
    Essa sua casa transmite muita paz e deve ser uma delícia.

    Seus comentários também são muito fofos e me envaidece.
    essa semana estou a fazer plantas para a casinha no mato de novo…kkk
    tenha um lindo dia!
    abraços!

  10. Oi Teresa! Que gostoso ler teu post, você escreve lindamente e passa uma coisa tão boa! Que maravilha o teu cantinho, realmente é uma casa-sítio… tão bom acordar com o barulho dos pássarinhos e ter esse contato tão de pertinho com a natureza.
    Um grande beijo, Lú.

  11. Teresa, vc recebeu minha msg pelo Facebook? Eu agradeço pelos presentes, já postei lá no blog, passe por lá quando der um tempinho!
    Quanto à sua casa, bem, sou apaixonada por ela e fico contente de saber que ela está em boas mãos. Ela sempre me lembra um romance de Machado de Assis 😉 O corretor estava certo, essa casa é perfeita para vocês. Um enorme beijo, amiga!

  12. heheheh agora que vi que posso curtir um artigo, que legal, estou começando a descobrir como funciona o blog. Obaaa eu deixei um comentário no meu blog, para um amigo que veio me visitar que pertence ao blogspot vou curtir lá também kkkkkk. Ah Teresa agora que esse meu amigo veio eu consegui com um pouco de dificuldade deixar um comentário no blog dele, então agora vou tentar conhecer outros blogs do blogspot, obrigada amiga, você está me ajudando em todas estas dificuldades que tenho. Beijos

  13. Oi Teresa!
    Que lindo post com tanto sentimento! Também moro numa casa que tem tanta história e que faz parte da nossa vida e da nossa família! Compramos o terreno e construímos tudo. Erguemos a casa e fizemos alguns acabamentos que eram necessários para podermos habitar nela. Depois fomos acabando aos poucos sempre que o dinheiro dava para uma nova etapa. Levamos alguns anos para completá-la mas sempre tivemos um amor imenso pelo nosso pedacinho de teto sonhado!!!
    Assim entendo como vocês amam sua linda casa, em meio à esse jardim e árvores frondosas!
    Parabéns pelo belo recanto que encontraram e nele fizeram um verdadeiro lar!!!
    Bjsss e um lindo domingo!

  14. Belíssima homenagem à sua casa ! Ela deve estar feliz por ser reconhecida como amiga e companheira de tantos anos. E ela é mesmo encantadora, com esse jeito de sítio, escondida no meio das plantas verdes do jardim !
    Em junho completaremos 20 anos aqui na nossa casa de madeira. E sempre agradeço por tê-la para nós, sonho realizado, virando realidade.

    Beijo

  15. Teresa,
    que post lindo, minha querida! Você escreve sempre com sesibilidade, mas este está mesmo poético! E ao atribuir sentimentos à casa, personificando-a, seu texto tocou diretinho no meu coração, pois sinto sempre que as casas como extensão de nossas almas, já que dentro delas podemos ser exatamente quem somos e ainda assim (ou por isso mesmo) ela nos acolhe,
    Com carinho e o desejo de uma semana linda pra vc,
    Jussara

  16. Teresa! estou aqui apaixonada pela sua história,sua casa linda e muito aconchegante,amei seu jardim! enfim tudo muito lindo e encantador,bem do jeitinho de casinha de campo como eu amo,as janelas tudo,parabéns pela familía a casinha ,vc tb mora no paraiso,bjkas….

  17. ME LEMBRO DA OUTRA POSTAGEM QUE VOCE FEZ SOBRE A SUA CASA ( NOSSA! JÁ FAZ UM ANO?), ELA É LINDA!
    BJS
    TINA ( MEU CANTINHO NA ROÇA)

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: