Bienal do Livro: Uma festa literária!

É sempre assim… Ano da Bienal do Livro  aqui no Rio, e eu fico logo ansiosa, à espera desse “mega-evento literário”… Adooooro!

Quem acompanha os meus caminhos por aqui, já deve ter notado que sou assumidamente uma “leitora compulsiva”, daquelas que na falta de boas opções,lê até “bula de remédio” (Rs…).  Embora confesso, que ando bem devagar nas minhas queridas leituras… Com o tempo escasso que sobra, entre uma atividade e outra, preciso dividir o tempo dos livros com o computador…  Pobres dos meus amados livros, que ciumentos que são,devem estar bem zangados comigo! (Rs…)

Mas a semana da Bienal enfim chegou (foi entre os dias 1 à 11 de setembro)… E não sosseguei enquanto não coloquei os meus pezinhos por lá! (Rs…)  E consegui novamente ir duas vezes a esse imperdível evento, como sempre costumo fazer, quando ele acontece por aqui… Uma vez só eu e o meu marido, e na outra com os meninos. E explico esse meu empenho: A Bienal do Livro sempre é realizada nos anos pares em São Paulo, e nos anos ímpares no Rio de Janeiro, ou seja, se eu perder uma Bienal aqui no Rio, só daqui à 2 anos… A não ser que a gente queira ir lá pra São Paulo, é claro… Mas isso já complicaria  tudo !  E além disso, a exposição dos livros é um evento cultural único , pois ela reúne leitores,expositores e escritores. Há várias atividades interessantes acontecendo por lá e você ainda pode ter a chance de conhecer vários autores nacionais e estrangeiros… É por isso tudo que eu acho o evento tão interessante e importante… Sempre vale à pena a visita!

E lá fomos nós, munidos de sapatos confortáveis (se anda muito por lá!), máquina fotográfica e de muita vontade!  A Bienal sempre é realizada no Riocentro (um dos maiores centros de convenção da América Latina), que por sorte, fica aqui na zona oeste do Rio, aonde também moramos. Chegamos lá de tardezinha, com o sol já se pondo, e ficamos até o final das atividades do dia, que era às dez horas da noite.

Pelo caminho, a bela paisagem do entardecer , emoldurada pelas montanhas do Rio…

É preciso bastante disposição e animação para aproveitar a Bienal do Livro, pois ela se estende por 3 grandes pavilhões que se comunicam entre si, ou seja, há muito pra se ver e muito para andar… Mas para quem ama estar perto de uma infinidade de maravilhosos livros, isso é mais uma alegria do que sacrifício… Para mim, é puro deleite!

Vista geral da entrada do pavilhão azul…

Stand de exposição da Biblioteca Nacional… A tecnologia em favor da literatura!

Eu mesma “garimpando” as ótimas ofertas de livros infanto-juvenis…

Vários stands com lindos “fantoches” para quem trabalha com crianças…

   O “Café Literário”, espaço criado especialmente para entrevistas e palestras com os diversos autores…

     O “Maior livro do mundo” :  ” O Pequeno Príncipe” !     Todos querem sempre fotografar.. (Rs…)

      E um dos “Menores livros do mundo”… “O Pequeno Príncipe!”   Acho que esse muita gente se esquece de fotografar… É tão pequenininho… Cabe até na palma da minha mão! (Rs…)  Mas pelo menos, esse a gente pode até comprar…(Rs…)

E os livros?  Ah, minha gente… Era tanto livro de um lado do outro que  qualquer ser humano fica até meio “zonzo”! (Rs…)  Havia muitas ofertas ótimas e muitos livros inacreditavelmente baratos …  Fomos à um stand em que se podia comprar inúmeros livros e revistas internacionais  ( muita coisa boa sobre comida,artesanato e decoração!) por apenas 3 reais!  Acho quase impossível a gente não sair de lá carregando uma sacolinha recheada de livrinhos ou revistas… Mesmo para aqueles que não são lá muito de ler, sempre se encontra uma boa opção de leitura.

Sei que é impossível colocarmos a Bienal do Livro em um único e singelo post… Mas como uma legítima ” Fã ” desses eventos literários , infelizmente tão escassos no nosso país, tive vontade de mostrar um pouquinho da graça desta linda Bienal pra vocês. Quem dera que muitos eventos semelhantes à este pudessem acontecer em muitos lugares deste nosso Brasil…  Uma maneira informal e até divertida, de tornar a literatura mais próxima de nossa gente.

E voltando aos livros propriamente ditos… Prometo que falo melhor deles em um outro post, pois este aqui já está ficando pra lá de longo (Rs…)… Eu não disse que na “Bienal do livro se anda muito”? (Rs…)

E para terminar esta nossa visita, pela nossa querida Bienal carioca, deixo pra vocês esta mensagem que encontramos num dos lindos painéis da “Editora Luz e Vida”…

Beijo grande no coração de vocês!!!!

                                 Teresa

Anúncios

7 comentários em “Bienal do Livro: Uma festa literária!

  1. O que dizer? ADOREI!!!
    Lindas fotos! Belo passeio e garimpadas entre as estantes e essa frase final, linda demais!

    8um beijo,tudo de bom,chica

  2. Uau!!!!! Imagino como ficou suas pernas, de tanto caminhar…rsrsrsr
    Eu tbm leio até bula de remédios, vidros de xampu,o que tiver na minha frente…rssrsrsr
    Que legal seu programa, querida.
    Interessante o maior livro e o menor, irônia mesmo, né?
    Bjs, linda.

  3. Teresa,

    Fiquei arrepiada lendo e vendo essas fotos. Amiga, você me levou na Bienal! Que lindo!
    Eu também amo livros, mas estou parada com minhas leituras, preciso recomeçar urgente.
    A desculpa era o óculos, já troquei e não li nenhum livro ainda.
    Fiquei muito emocionada realmente, em poder passer com você nesse lugar maravilhoso, e ver o maior e o menor livro. Pelo menos o Pequeno Príncipe cabe no nosso bolso, nos dois sentidos.
    Amei a frase da última imagem. Linda!
    Obrigada por me levar, foi maravilhoso. Beijos

  4. Ah Teresa, vc sabe que eu amo livros. A comparação que eu faço é a seguinte: eu dentro de uma livraria fico igual a minha mãe dentro de uma floricultura ou similar. Nós ficamos embasbacadas, impossibilitadas de agir, perdemos a noção. Isso aconteceu com ela no mercado de flores em Amsterdã e depois eu tive a mesma reação na Fnac, em Bruxelas. Incrível, né? É a impossibilidade de escolher! Eu, por exemplo, não posso ir nessa tal de Bienal, a não ser que eu economize durante um ano inteiro e leve o dinheiro contado, sem cartão de crédito. Mesmo assim, vou acabar fazendo besteira e comprar livros repetidos, por exemplo. Admiro muito quem consegue comparecer em eventos desse tipo.
    Ah, a viagem já começou, postei no blog agora há pouco! Como sempre, preciso cuidar para não voltar para casa com as malas cheias de livros. Bjs.

  5. Eu gostei do post sim, Teresa. Mas para vc ter uma ideia, hj eu fui duas vezes no subsolo de uma loja, sem querer, pois lá tem uma livraria. Já fiquei maravilhada com um título, algo como “os olhos dos peixes nunca se fecham” (que em italiano fica d+ da conta) e, ainda por cima, por apenas 2 euros. Como eu prometi não comprar livros nessa viagem, fica difícil.
    Quanto a Milão, vc precisa contar essa história, ou pelo menos parte dela. Faça um tag ‘souvenirs de voyage’, como eu faço. Às vezes é bom recordar o passado.
    Bjs.

  6. Teresa,
    Obrigada por nos mostrar um pouco mais dessa cidade maravilhos! Quantas flores!!! Engraçado, hoje estive observando uma bromélia que está se preparando para florir nos próximos dias. Ela está no tronco de árvore, no jardim de uma escola onde trabalho, bem escondidinha…
    quando você puder faça uma postagem mostrando para nós a Quinta da Boa Vista, principalmente o jardim das princesas, que dizem ser lindo!!!
    Abraços e fique com Deus!

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: