Uma gata americana

Alguém já havia me dito uma vez, que viajar é como ver o mundo com os olhos diferentes. E sempre achei que essa idéia está recheada de verdades.

Tivemos o privilégio de viajarmos algumas vezes este ano. Algumas viagens foram curtinhas, e outras mais longas.  Nos encantamos com as paisagens maravilhosas que vimos por muitos lugares. E eu naturalmente, me encantei demais com as flores e os animais.  Algumas flores e animais eu já havia visto antes, outros foram certamente descobertas muito agradáveis.

E o engraçado é que vendo as fotos das viagens que fizemos, sempre fico encantada com as imagens de uma gata muita especial , amorosa e inteligente, que “mora” com um amigo nosso, brasileiro e que vive há muitos anos nos Estados Unidos… E são essas imagens lindas e a estória dessa gatinha norte-americana, mas batizada com o nome brasileiríssimo de ” Fernanda”, que trago aqui hoje,para vocês conhecerem.

E aqui está a esperta “Fernanda”, olhando para nós… Ela não é linda?  (Rs… )

Mas quem a vê assim, com este olhar brilhante, pêlo bonito e com “guizos” delicados no pescoço, nem imagina que ela tem uma estória difícil de vida para contar… Pois é, um dia, já faz bastante tempo atrás, a Fernanda era mais uma gata abandonada que perambulava pelas ruas frias de uma cidade americana.  Vivia magra, suja,  doente, pulando daqui pra ali à procura de alimento e abrigo. Provavelmente deve ter vivido assim por muito tempo, passando por verões muito quentes e invernos rigorosos… A vida sempre é um desafio em lugares como este, onde o inverno chega forte e impiedoso. Mas os gatos de rua sempre tentam sobreviver, embora acredito que muitos animais possam até morrer com fome e congelados. Sobreviver ao relento pode ser muito difícil nas terras frias do norte da América.

Mas um dia, a sorte da pequena gatinha mudou… Ou será que ela mesma mudou o rumo de sua sorte?  O nosso amigo brasileiro a encontrou na calçada de uma rua e se encantou com aquele olhar felino e extremamente inteligente . Ela o seguiu pela rua afora… Por alguma razão,ela também havia gostado dele. E então, ele decididamente abriu aporta do carro  e a chamou” Quer ir pra casa comigo?”  E essa gatinha, que sabia aproveitar uma oportunidade interessante, pulou pra dentro do carro e imediatamente também entrou no coração daquele homem. Ficaram amigos pra vida toda.

Mas a nossa estória não acaba simplesmente por aqui… Numa visita à veterinária mais próxima, o nosso amigo brasileiro descobre que da Fernanda sairiam mais surpresas:  Ela estava grávida e seria mamãe dali à alguns dias!

Mas ele não desistiria da nova amiga e nem a abandonaria diante daquele “estado delicado”. Levou-a para casa e cuidou da saúde dela, como grandes amigos fazem uns pelos outros.  E todos os dias a Fernanda agradecia os cuidados, em forma de carinhosos afagos… Era realmente uma gatinha muito especial!

E o tempo foi passando lá na aconchegante casinha dos dois …  E a Fernanda cada vez mais bonita e com a barriguinha grande…

            E chegando próximo ao dia de chegada dos filhotes da Fernanda, nosso amigo precisou viajar para longe… Como é comissário de bordo, as viagens fazem parte da sua rotina de vida. E desta vez iria demorar mais do que de costume… A viagem seria para o distante Japão. Foi difícil a separação daqueles dias… Nunca tinham ficado tantos dias longe um do outro… E logo agora, nas vésperas do parto!

           Mas confiando nos desígnios de Deus e no instinto dado pela mãe natureza, seguiram cada um o seu caminho. Ele foi para o Japão e ela ficou em casa,com toda comida e conforto possível,à espera dos seus bebês gatinhos.

              Lá no alto do céu, imersos em seus pensamentos, o nosso amigo se preocupava e rezava pela sua gatinha solitária.  E lá na casa “americana – brasileira”, a gatinha ansiosa esperava pelo seu amigo e pelos seus filhotinhos.

 

 

 

            Regressando, nosso amigo abriu a porta de casa aliviado e ao mesmo tempo preocupado… Será que a Fernanda estaria bem? Será que ela havia “bagunçado” toda a casa?  Mas logo a alegria tomou conta do seu rosto…  Fernanda apareceu toda saltitante e feliz… Acompanhada dos seus 4 filhotinhos! E a casa estava praticamente do jeito que ele havia deixado… Tudo limpo e arrumado, e com todas as coisas no lugar. 

            E a estória deles continua, agora numa casa bem maior e com bastante espaço para esta pequena e grande família, que já está acrescida por simpáticos cachorros que se espalham pelo enorme quintal… O sonho do nosso amigo é poder dar abrigo à muitos outros animais, até achar uma nova família para eles.  E a Fernanda continua encantando à todos que aparecem por lá… Incluindo eu mesma! (Rs…)  É uma gatinha muito especial… Só falta falar!

             E lembrando da estória dessa pequena gata, fico sempre imaginando a situação de tantos animais abandonados e muitas vezes vítimas da irresponsabilidade e do maltrato de seus próprios donos humanos.  E seja em países dito desenvolvidos,ou como aqui no Brasil, infelizmente ainda é com tristeza que vemos a situação de muitos animais , cachorros e gatos, que vivem pelas ruas à espera de uma mão amiga.

            Que muitas “Fernandas” possam ainda ser salvas da rua e que possamos  escrever mais estórias, com muitos finais felizes como este, tanto para os humanos como para os animais.

                   

             Meu grande abraço no coração de vocês!

                    Teresa

Anúncios

12 comentários em “Uma gata americana

  1. Linda história e que sorte teve FERNANDA!!! Adorei, ela é linda e as fotos todas, maravilhosas! Um lindo fds!beijos,chica

  2. Oi Teresa!
    Que história mais emocionante amiga! E a Fernanda tem um olhar cativante mesmo!
    Adorei conhecer esse encontro e com a sua maneira de contar ficou envolvente!
    Grande beijo e um bom fds!

  3. Oi amiga…obrigada pelo carinho!!
    Amo Minas e suas montanhas, paisagens, sua gente, a comida, suas histórias e memórias..até fiz um blog sobre isso, (dealmabarroca.blogspot.com/)mas não tenho mexido mto,ando sem tempo!!

    Mas que linda história!!E como ela conseguiu transformar o coração deste teu amigo,heim?Ele penas em abrir um abrigo..q lindo!!Os animais tornam as pessoas mais sensíveis….o meu cachorro está com 7 meses, e acabou com meu jardim!!afff….pega meus vasos que consegue alcançar(coloco todos em árvores ou aqui dentro, mas ele pega mesmo assim) e acaba com as plantas.Mas ele está lindo, um pelo brilhante, um porte altivo…eu o achei na rua ainda bebê, o adotamos e apesar das ‘artes’ é a alegria de casa…espero que passe logo esta fase!!

    Um beijão e bom domingo a vc e família
    Mª Rita(Janelas e Caminhos)

  4. Oi Tereza,me emocionei com sua estoria,pois nós aqui também tínhamos uma gatinha chamada Fernanda,ela foi achada na estrada no caminho de casa e minha irmã que vinha me visitar ,pegou e trouxe aqui pra casa,ainda era filhote,e o tempo passou e chegamos a levar a gatinha pra praia porque não tinha com quem deixar,ela era toda branquinha e tinha olhos verdes claros e também só faltava falar nós adoravámos esta gatinha pois já fazia parte da familia,mas domingo passado fomos a uma festa e quando voltamos ela estava morta,com sinais de envenenamento, foi muito triste meus filhos choram muito por causa da gatinha.beijos e um grande abraço minha querida.

  5. Oi Teresa! Vc transforma qq história em poesia!
    Sim, eu vou viajar na quarta-feira, mas me manterei em contato, estou levando um netbook.
    Malas quase prontas! Bjs!

  6. Teresa a Fernanda é simplesmente linda,quando estava a procura do gatinho para adotar queria uma igual a ela,mais quando ví a Yasmim foi amor a primeira vista,rsrsrs.Seria tão bom se as pessaos tivessem uma pequena parte de amizade e amor que esses lindos anjinhos de 4 patas tem.Fique na paz.Beijos

  7. Teresa,

    Que historia linda da gata Fernanda. Nem todos têm a mesma sorte, mas Deus colocou o seu amigo no caminho dela.
    Imagino como ele ficou apreensivo deixando a Fernando sozinha e grávida. Ainda bem que tudo acabou bem.
    Ela é linda demais!
    Entendo o seu relato sobre os animais abandonados. Aqui, a coisa mais difícil é ver um animal desses na estrada, a não ser quando eles fogem de casa. Mas é obrigatório usar um Tag, com a identificação. Sendo assim, ao encontrarmos, é fácil encontrar o dono.
    Não sei se você lembra do gato que eu adotei, o Cido, e ninguém sabia quem era o dono. Ele continua vindo, alimento ele, mas ele fica dias sumido. Agora, ele usa um colar, com o tal Tag. Rs
    Mas eu sinto que apesar dele não ser muito dócil, é carente, e vem me procurar porque sabe que aqui ele encontra. Acho que os donos só ficam em casa nos finais de semana.
    Mas uma coisa é certa, ele é super bem cuidado, limpo e cheiroso. Não é um gato abandonado.
    Amei esse post.
    Tenha uma linda semana. Beijos

  8. OI Teresa querida, agora consegui ler a linda historia dessa gatinha .
    Querida vc ta tinha me dito que seu espose é meu conterrâneo, espero que possam vir logo passar uns dias nessa “NOSSA TERRA”… rsrs,. Esse fim de semana um para Pirenopolis, um lugarzinho que amo, foi so natureza, canhoeiras, trilhas, passaros e muito sossego. Ainda nao tive tempo de postar, mas vou…
    Sei que o selinho é um presentinho simbolico, mas é com muito carinho que lhe dedico.

    Bjs e linda semana.

  9. Os gatos são animais muito espertos, independentes e bonitos e eu gosto muito deles.
    Por aqui temos muiiiiiitos gatos, obra do meu filho que foi trazendo para casa vários que encontrou pela rua.

    Beijo

  10. Teresa seu blogue é lindo, mas esta gatinha é um amor, que sorte que ela teve com seu amigo e que sorte teve seu amigo com ela. Como sabe estes animaizinhos são anjos que o Pai pôs em nossas vidas para nos protegerem. Beijos e tudo de bom para si e sua linda família.
    Júlia (Lisboa/Portugal)

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: