Nossa casa e suas memórias

            A nossa casa é para nós, um pequeno oásis. Um recanto de tranquilidade e verde nesta cidade agitada e endurecida pelo concreto de suas ruas e avenidas. E escondida neste bairro imenso, ela acorda e adormece  na simplicidade do caminho do tempo. É testemunha  viva do desabrochar dos nossos sonhos. Casa feita de tijolos,cimento,telhas e de muito calor humano. Assim é a arquitetura de nossa casa.

            Para o visitante que aqui chega desavisado, ela dá as boas vindas com o seu ar provinciano. E quem vai subindo a pequena escada de pedras rústicas, encontra uma casa simples,mas de aconchego sem tamanho. 

            Protetora das plantas e dos animais, compartilha com generosidade, o espaço ocupado por tantos seres vivos diferentes. E nos dá a guarita e o abrigo de cada singelo  dia. Pouco nos pede, e tantas coisas nos oferece… Proteção, descanso e inspiração! É casa solidária e doadora de paz.

            Mas não se engane aquele que a vê assim tão discreta, emoldurada por suas portas azuis e grades brancas nas janelas…Pois é exatamente nos detalhes que ela se revela: É casa  de guardar  memórias.

            E nas suas lembranças antigas, os anos andam muito para atrás, e como um rio sinuoso e lento, sua estória vai ao encontro do mar… E surge então, no meio da maresia, a origem de tantas saudades de um tempo que já se foi. As tais portas,janelas,grades,sacadas e tantos outros pedaços desta encantadora casinha vieram de outras casas muito mais antigas… Fizeram parte de velhos casarões que existiram no bairro de Ipanema, próximo à beira do mar.

            E fico eu aqui ,navegando nos meus pensamentos, e imaginando quantas pessoas, vidas,almas,sonhos, essas portas e janelas já viram passar…

            Quantas estórias,dramas, comédias humanas, estão guardadas para sempre,como um tesouro intocável, na madeira e no ferro de suas estruturas sólidas? Nem o mais sábio historiador poderá adivinhar…

             Os elegantes e nobres casarões de Ipanema já se foram para sempre, embora talvez alguma das janelas azuis ainda se lembre vagamente do cheiro do mar … Nos azulejos azuis do velho lavabo , talvez também tenha se mantido impregnado a areia daqueles dias perto da praia e das ondas oceânicas… Mas quem verdadeiramente o saberá?

            No telhado, já bem antigo e marcado pelo tempo, muitas telhas dos antigos casarões ainda estão a nos proteger da chuva e do vento…As inscrições apontam para um destino ainda mais distante… A cidade de Marseille. na distante e bela França…

           E mesmo nessas cicatrizes duras e escritas pela força inplacável do tempo, muitas outras estórias, de outros lugares e outros mares, ficaram eternizadas.

          A nossa casa é assim… Um livro de velhas memórias, escrito pela vida , que só aqueles que vêem com o coração podem ler…

            Mas hoje, no pulsar do nosso cotidiano, é na simplicidade das suas paredes que encontramos o nosso refúgio. E é na próximidade das suas  janelas antigas que o nosso dia se ilumina e se enche de vida e cor…

            E a alegria da janela transparece,ao servir de moldura para um ipê em flor!

            Então, neste fluir das corredeiras do tempo, a natureza é que surge,soberana, para o contentamento dessas portas sempre azuis, e alegra o nosso olhar até onde os nossos olhos alcançam! 

            Por isso, nesse nosso cantinho suave e escondido do burburinho da cidade, nos refugiamos nesta casa de alma antiga, descansando e aprendendo sobre os mistérios do tempo… E na sua silenciosa sabedoria,a nossa casa nos ensina que há muito que caminhar para poder aprender !

            Mas cada vez que o vento passa forte por suas janelas, a nossa casa respira feliz e nos lembra que do senhor tempo,somos todos aprendizes…

           

                     Meu doce abraço no coração de vocês!!!

                                                 Teresa

     E novamente, com grande alegria, estou participando com este post do Mosaico da Rê!   Agradeço pela gentil visita e se puder,deixem um comentário,pois vou adorar!   Beijos pra todos!

Anúncios

20 comentários em “Nossa casa e suas memórias

  1. Após ler essa postagem querida amiga, desejo-te um feliz dia!
    A amiga de alma poética, rebuscou no passado adormecido, pedaços de estórias que hoje poucos conhecem. Dizer para os mais jovens dos antigos casarões; fazê-los entender de como o Brasil de 100 anos passados vestia-se com trajes europeus, grades, telhas, piso hidráulico etc…
    Amo demolições, quase tudo aqui de casa veio ou vem de Mercado das Pulgas, Familia Vende tudo mas, principalmente das demolições.
    E como você bem disse, nem imaginamos quantas almas já atravessaram aquela porta no passado…As antigas telhas, quantos segredos ouviram…adoro recontar fatos, rebuscar o passado já que daqui a muito pouco, passaremos a integrá-lo igualmente.
    A foto da janela balcão(lindissima) me vez voltar 55 anos atrás quando íamos à casa de campo de vovô; estilo suiço, muitos trabalhos em madeira e graciosos balcões nas varandas dos quartos…
    Teresa você vive em um lugar maravilhoso, posso sentir até o frescor da relva da manhã. Vendo tudo isso chego a sentir saudades do sítio onde morava até 6 meses atrás mas, somente pela natureza, pelos espaços, pela casa!
    Sabe o que acho? que você deveria escrever mais sobre sua casa…tenho certeza de que a viagem através do tempo ainda pode continuar…
    Vou aguardar ansiosa o próximo capítulo!
    Tenha um lindo final de semana, curta muito esses espaços…
    Beijos, Dolly

  2. Realmente foi uma viagem no tempo! Quantas histórias que nunca poderemos contar já se passaram por detrás dessas janelas ? Espaços assim nos fazem viajar e, como disse a Dolly, acho que deves mesmo continuar a escrever sobre a sua casa. É uma casa que faz gosto de se ter … Parabéns pela escolha! Que Deus abençoe aos moradores todos os dias!
    Meu cantinho está festa. Passa lá!
    Abraços.

    • OI amada Teresa, que texto encantador, que cantinho mais lindo e acolhedor, viajei e amei seu cantinho. Dá pra sentir o amor e carinho que emana de seu lar. Que Deus continue iluminando e abençoando voce e toda sua familia em seu aconhegante lar.
      Obrigada pelas visitas e coments que me deixam sempre muito feliz.
      Bjs e linda semana.

  3. Que coisa mais maravilhosa essa casa com seus detalhes e tantas lembranças guardadas em cada cantinho e paredes.

    Lindo demais!

    beijos,tudo de bom,chica

  4. Quando eu imagino as casas que o Machado de Assis descreve, sempre imagino uma casa parecida com a sua. O que vc acha, Teresa? Branca, com as janelas e portas azuis, cerâmica branca com azul… adoro casas antigas! A casa combina direitinho com vc e tenho certeza que ela está bem contente em abrigar a sua família. Parabéns, Teresa! Um bom final de semana!

  5. Não, não mesmo!!!!!!!!
    Arrasou!!!!!
    Meu Deus, alguma revista, tipo BONS FLUÌDOS, muito zen, deveria ler e ver isso que acabei de ver e ler aqui.
    Demais .Se vc imaginar o sentimento de carinho, paixão e muuuuuuuuita beleza em cada detalhe que vi, daria uma ótima matéria para que as pessoas descobrissem vc como a mais sincera e delicada pessoa.
    Sinceramente, um dos posts mais lindos e fascinantes que já vi em toda a minha vida da blogosfera.
    Posso editá-lo lá em casa e dar os devidos créditos?Será um prazer.
    OBS* Depois não acreditam que o paraíso está aqui, pertinho da gente, Um encanto sua morada, reflete carinho em cada detalhes.Amei!!!!!

  6. Teresa,

    Só de ver as fotos, já se percebe a imensa grandeza das lembranças dessa casa.
    Ela é aconchegante demais.
    Os detalhes, são muito marcantes. E penso que ela continuará por muito tempo essa história de vida.
    Nessa cidada tão grande, é privilégio poder morar num recanto como esse. Criar os filhos perto da natureza e ensinando os valores de cada detalher.
    Amiga, muito obrigada pelo carinho de sempre. Amo seus comentários, que enchem de alegria o meu coração.
    Tenha uma linda semana.

  7. Tereza minha querida amiga carioca,amei o texto fico encantada com casas antigas,a sua é maravilhosa,com tanto verde em volta parece um paraiso,eu amo tudo isso,beijos e um forte abraço aqui do sul

  8. Oi Teresa!!
    Que harmonia nas palavras e fotos!!
    É assim que gosto de casa!!!
    Casa aconchegante…de uma simplicidade clássica e cheia de estilo!!!
    E que estilo!!!! ADOREI!!!!
    E tudo de demolição!!!!
    As janelas, grades, as telhas, o sofá, os vasos de plantas, o jardim..
    Amei cada pedacinho do seu lar!!!!
    Parabéns!!! Essa casa tem muito amor e histórias pra contar!!!!!

    bjs

  9. Bom dia Teresa!
    Que presente maravilhoso conhecer você e seu blog! Uma delícia! Passei horas lendo seus posts e vendo imagens maravilhosas de natureza, amor e paz. Unanimidade: Mostre mais sua maravilhosa casa! Que privilégio nos dias de hoje morar em um lar de verdade como realmente todos deveriam ser.
    Foi difícil chegar ao seu blog porque não tinha link, achei pelos blogs que você segue.

    Um ótimo dia!
    Beijos!

  10. ADOREI SUA CASA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Já adorava o jardim, agora que vi a casa entendi que v. mora num paraíso !
    A rua também é uma beleza, muito verde por todos os lados. Sua família é mesmo abençoada por poder viver assim. É o que eu sempre digo em relação à minha casa, e não canso de agradecer por tudo que tenho…

    Beijo

  11. Oi querida amiga
    Esta maravilhosa casa só poderia ter mesmo como dona…voce.
    Sua sensibilidade, seu carinho, sua delicadeza…uma pessoa que valoriza a história, e faz do passado um maravilhoso presente .
    É uma casa assim que eu queria, com muita história, história de verdade, com H maiúsculo não com “e¨”storiazinhas” contadas para se fazer dormir.
    Sua casa é linda, sua familia é linda, voce é e tem um coração lindo…
    Deus abençoe de maneira marcante o seu lar…doce lar!
    bjs
    Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

  12. Na decoraçao eu gosto de misturar coisas antigas de antiquario com eletrodomesticos novos, e tinga bonita cores em cada ambiente, gosto tambem de pendurar coisas como penduricalhos na janela e criar a minha propria decoraçao, tenho penas no meu quarto, pinhas no banheiro rsrs : ) eu tambem gosto de pensar por onde, por quanto tempo, e oque certo objeto ja presenciou, felicidades, brigas, sorrisos, dias de chuva forte ou de sol, eu tenho uma queda por filmes e seriados de vampiros, é ruim isso mais tenho uma certa invejinha deles rs…

    Deve ser interessante poder ter presenciado tantas epocas diferentes, isso podemos fazer vendo os filmes

  13. Oi, Teresa! Nossa que texto lindo esse…amei conhecer sua casa, eu prefiro morar em casa do que apartamento, ainda mais uma casa assim, cheia de verde e encanto…bjossss

  14. Bom dia Teresa!
    Foi difícil te encontrar,obrigado pela visita e pelo recadinho, amei sua casa isso é que se deve dizer casa com historia e alma.Você mora no Rio de Janeiro? impressionante quase não se acredita de haver um paraíso destes numa cidade como o Rio.Eu amo plantas,animais e tudo que a natureza nos ofereçe.Gostei do seu post parabéns pela casa, pela maneira que escreveu e por todo este lugar que partilhou conosco, beijos e bom domingo

  15. Oi Tereza!! Vim te fazer uma visitinha!!
    Sua casa e texto foram inspiradores…realmente um oásis!
    Parabéns pelo bom gosto e sucesso!!
    Bjos,
    Flávia

  16. Oi eu sou apaixonada em casas e em descrever a beleza e as sensações de viver em uma casa com ar puro e singeleza única.

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: