Viagem ao Rio Antigo: A Confeitaria Colombo

            Semana passada, dia dos namorados chegando… Eu e meu marido aproveitamos, numa ida rápida ao centro da cidade, para fazer um pequeno passeio ao Rio Antigo.

            Adoramos andar por aquelas ruas antigas e estreitas, do tempo em que os automóveis não existiam, e somente as carruagens e os cavalos transitavam pelo lugar. E ainda hoje, os antigos sobrados nos encantam com a sua singular beleza, e são sem dúvida, testemunhas de um tempo mais romântico e pacato, dias de delicadezas que desapareceram na poeira dos novos tempos.

            Atualmente, algumas ruas são somente para pedestres .  Suas dimensões muito estreitas,aliadas ao valor histórico,levaram ao fechamento para o trânsito de veículos  em geral.  Entramos  pela rua Sete de Setembro e dobramos na rua Gonçalves Dias… E lá estava o nosso principal destino naquela tarde: A tradicional e bela Confeitaria Colombo !

            Impossível não se encantar com esta confeitaria tão especial… Estar diante de suas portas é como estar prestes a mergulhar num túnel iluminado, que nos leva diretamente ao passado de nossa cidade maravilhosa!

            Logo na entrada, vitrines antigas oferecem muitos objetos e fotos para nos contar um pouco da sua estória  centenária… Sim, a Confeitaria Colombo já passou dos 100 anos… A sua fundação remonta ao ano de 1894, quando os portugueses Joaquim Borges de Meirelles e Manoel José Lebrão inauguraram esta casa , que talvez seja hoje, a mais famosa confeitaria do Brasil.

 (foto mostrando os salões da confeitaria na década de 20)

  ( bules muito antigos,que serviam café no início do século retrasado)

 (latas de doces e balas que antigamente eram vendidas pela confeitaria)

 ( louça tradicional de serviço, que hoje também é exposta à venda)

            Tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Estado do Rio de Janeiro, hoje ela é um dos pontos turísticos e culturais  de nossa cidade. Isso é facilmente justificado ao entrarmos em seu maravilhoso salão iluminado… A quantidade de pessoas fotografando o interior da confeitaria é  grande. Todos que ali a visitam, ficam encantados com a sua decoração ” Art Nouveau” de 1913 , que compreende  seus amplos salões espelhados e um mobiliário irresistivelmente sedutor… É como eles mesmos contam… “Um ambiente de sofisticada beleza!”

      ( vista geral  do salão principal da confeitaria)

    ( vista do teto  com seus lindos vitrais )

   ( detalhes da moldura de um dos imensos espelhos do salão)  

   ( detalhe da entrada  da cafeteria,com a visão do segundo andar e seus lustres maravilhosos )

            É  claro que eu não poderia deixar de apresentar as mais importantes atrações de uma confeitaria…  A Colombo sempre foi famosa também pelos seus produtos de excelente qualidade e serviço eficiente.  Os seus doces  e salgados são sem dúvida, um convite irrecusável  aos apreciadores de pequenas delícias…Bolos, tortinhas de frutas, pastelzinhos de belém e outras gostosuras, “torturam ” a visão de quem entra nesta encantadora confeitaria … Quem poderá resistir ?  ( Rs…)

                É claro que nós não resistimos à esta saborosa tentação… E brindamos o nosso especial passeio com capuccinos maravilhosos e deliciosas tortinhas de morango!  ( Hum…Que delícia! )

            Até o cardápio é uma obra de bom gosto, inspirada na “Belle Epoque”…

            Mas ao longo de todos esses anos de sua existência, a Confeitaria Colombo tem sido muito mais do que um lugar elegante para se saborear  um bom chá e seus confeitos…  Ela tem sido,ao longo de sua centenária história, um ponto de encontro de muitos artistas, poetas,intelectuais e políticos brasileiros. Pelos seus belos salões já passaram a maioria dos presidentes do Brasil, entre eles Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek. O poeta Olavo Bilac fazia parte de suas rodas intelectuais. Personalidades  internacionais famosas já estiveram por lá, como a rainha Elisabeth da Inglaterra , em 1968.

            Mais do que uma confeitaria famosa, a Colombo é parte integrante da nossa história… Sabe-se lá quantos planos e idéias surgiram em meio as suas paredes centenárias? Por essas e outras, ela é  um símbolo da alma carioca , que resistindo bravamente ao tempo, é testemunha viva desta cidade e elegante guardiã de nossa história.

  ( nossa foto, tirada pelo gentil garçon  Maécio )

  Para  conhecer: A Confeitaria Colombo fica na rua Golçalves Dias,32 – Centro – Rio de Janeiro- RJ

        Espero que vocês tenham gostado desse nosso pequeno passeio pelo Rio Antigo… Lembrem-se que o Rio de Janeiro não é só dos cariocas, mas sim patrimônio de todos os brasileiros!

          Meu grande abraço para todos!!!!

                     Teresa

Anúncios

11 comentários em “Viagem ao Rio Antigo: A Confeitaria Colombo

  1. Teresa! Que lugar maravilhoso!
    Adorei conhecer, mesmo virtualmente…sua postagem foi excelente…me deu uma vontade irresistivel de conhecer este lugar.
    Só posso dizer…maravilhoso!…fantástico!
    bjs
    Tina (SONHAR E REALIZAR)

  2. toc toc…com licença por favor…agora sim vou tentar escrever meu comentário e procurar não incorrer naqueles vícios de linguagem, escabrosos que cometi.
    Há dois anos atrás fiz uma coletânea de fotos da Confeitaria Colombo para preparar uma postagem que, acabei deixando passar, nem me lembro porque mas, as fotos ainda sa tenho todas.
    Infelizmente não tive o prazer de visitar o local…de saborear um chá com petit fours, ou mesmo aquelas tortinhas saborosas embora engordantes, como você.
    Parar por aqui é viajar no tempo; acho bom porque ativando minha memória, vislumbro o quão feliz fui, quantos momentos inesquecíveis vivi e que ,infelizmente, muitas não tiveram as chances que tive de viver momentos tão especiais.
    A comemoração de minha formatura do curso ginasial, foi feita em uma famosa casa de chás em São Paulo, Vienense, com direito a musica ao vivo, ao sons de violinos…requinte, pompa, luxo para poucos mas que por sermos cabecinhas frescas e ôcas, não dávamos os devidos valores às coisas, aos momentos. Hoje daria tudo par que aqueles bons tempos voltassem, para reunir-me vez ou outra com minhas poucas mas sempre presente, amigas de uma vida inteira…
    Obrigada querida por mais essa relíquia que me fizestes resgatar…com ela vieram outros momentos de uma época em que podíamos atravessar todo o Centro Antigo de São Paulo, sem nos preocuparmos com a violência, delinquência etc…
    Beijos carinhosos e que Deus te abençõe, hoje e sempre!
    Dolly

  3. Que maravilha! Meu sonho de consumo é conhecer este lado cultural e histório do Rio. ainda não foi possível mas vou tentar realizar esse sonho em breve. Claro que não vou deixar de saborear essas delícias!!!
    Tirar fotos de detalhes que não se perderam com o tempo.
    Por hora essa sua postagem já clareia e muito a idéia que fazemos desses lugares. Parabéns pela escolha e pela descrição minuciosa do lugar. Abraços.

  4. Olá Teresa,o lugar é lindo mesmo,já estive por 2 vezes na Confeitaria Colombo e você não poderia ter descrito melhor o lugar.Adoro ir lá por ser muito aconchegante e requintado,uma pena meu sapo não gostar desses programas,quem sabe no dia que ele virar um príncipe encantado posso levá-lo,rsrsrs.Tudo é delicioso,amei seu post e matei a saudade desse lindo lugar.Beijos

  5. Teresa, eu vou subir a Serra no domingo. E sim, eu vou tirar fotos até do mato, se você quiser. Depois dessas fotos da Confeitaria Colombo que vc compartilhou conosco, eu tirarei fotos até do musgo na estrada, faço questão! Tá, não prometo essa perfeição, pois não sou bióloga e a paciência da família tem limites, e tb porque o tempo está fechado – nublado, cinzento, um horror, espero ter um domingo de sol! Mas vou fazer o possível para te mostrar um pouco da nossa flora invernal!
    Mais uma vez, muito obrigada por compartilhar as belíssimas fotos. Já chamei a família toda para vê-las!
    Bom passeio!
    Ah, a dica de livro sobre mineração está anotada. Sem dúvida, ler é muito melhor do que ver novela. Já te contei que não tenho nem antena de TV? Bjs.

  6. Bom dia Teresa, hj vim aqui com calma para me deliciar com seus posts! nao me canso de dizer, seu blog é show 😉

    poxa que luxo essa confeitaria em, me surpreendi, nunca entrei num lugar tao luxuoso rsrs, me sinti transportado a um tempo antigo com muito luxo, essa confeitaria sem soma de duvidas esta mesmo para a alta burguesia! Imaginar que ate a rainha esteve ai em!! E as delicias são mesmo tentadoras, comer é uma das coisas que gosto muito de fazer kkk, sorte minha que nao sou de engordar rs, pena que meu estomago inssiste em me dixar xateado com tanta azia… vc me fez lembrar que estou a tempos querendo comer uma torta de limao e uma de morango como dessas que vcs comeram!

  7. Oi Tereza que maravilha essa confeitaria ,quanta história tem essas maravilhosas paredes,essas louças e tudo mais adorei sua postagem e te desejo um lindo fim de semana beijão querida

  8. Oi, Teresa:

    Fiquei profundamente emocionada ao rever a magnífica Confeitaria Colombo, lugar belíssimo e cheio de história, do jeito que eu gosto ! Adoro o estilo Art Nouveau e acredito que a Colombo seja um dos melhores exemplos que existem no Rio.
    Certa vez fui com meu marido fazer um passeio pelo centro antigo do Rio num domingo de manhã, quando as lojas estavam fechadas e dava para apreciar melhor a bela arquitetura do lugar.

    Acompanhei o excelente trabalho que foi feito para que essa arquitetura aparecesse, quando criaram o Corredor Cultural e motivaram os lojistas a arrancar os cartazes e letreiros que encobriam as antigas construções.

    Que bom que ainda existam lugares como a Colombo ! Lembro que tinha uns docinhos pequenos, enfeitados e deliciosos, não se se de marzipan.

    Adorei sua postagem !
    Obrigada pelo presente.
    Beijo

  9. Teresa, no fim não subi a serra. Mas amanhã vou para a praia e vou ver o que descolo de fotos. Só que o tempo está horrível… tirei fotos no pátio, no final de semana, acabei de publicar algumas de um tronco de árvore, não sei se é líquen ou musgo:) Agora não lembro nem que árvore é, tenho a impressão que é um guapuruvu, mas não tenho certeza, eu só conheço quando tem flores ou sementes! AHHHH! Tem gente pior do que eu…
    Beijinhos e obrigada pelas visitas e os comments gentis!

  10. Teresa,

    Nunca imaginei que fosse sentir saudade das ruas do centro do Rio de Janeiro.
    Trabalhava na Barra da Tijuca, e quando tinha que ir no centro, eu ficava assustada com aquele movimento doido. Risos
    Nesse momento, eu dava tudo para estar atravessando a Av. Rio Branco indo pra Sete de Setembro. Risos.
    Olha, nem sei explicar tamanha emoção em ver a Confeitaria Colombro, realmente um patrimônio da minha cidade.
    Obrigada por me levar nesse lindo passeio e matar a saudade do meu Rio.
    Beijos

  11. Teresa,
    Que vontade que deu! Lindas as fotos, obrigada por compartilhar. Acredita que nunca fui na Colombo? Da próxima viagem ao Rio, não passa!
    Bom fim de semana,

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: