Amor à moda antiga

            Conheci-a outro dia desses, bem aqui na minha rua.  Ela é uma senhorinha muito simpática. Uma mulher pequena na estatura, mas se vê logo, com uma alma  imensa… Daquelas que poderia abraçar o mar.

            Muito falante e com aquele jeitinho encantador, veio conversando comigo pela rua, enquanto a tarde escorregava preguiçosa. Surpreendeu-me quando disse a sua idade… Já havia passado dos setenta.  Disse-lhe que ela parecia ainda bem mais jovem, e ela sorria divertida,com os olhinhos pequenos e espertos brilhando.

            Paramos em frente a entrada do prédio em que ela mora. E ela continuou a contar a sua estória… Morava aqui já fazia 7 anos,mas fora criada lá pras bandas da zona sul de nossa cidade…Vivera com a família por muitos anos em Copacabana. Tinha marido, três filhos e netos. E com especial desenvoltura nas palavras, me contou suas pequenas aventuras na arte de viver a vida. Gostava de costurar, e meio auto didata, havia aprendido as artes das costuras consigo mesma.

            Mas o que mais me fascinou foi quando me falou,com jeito sapeca, que ainda “namorava muito” com o marido… Gostam  sempre de andar de mãos dadas pelas ruas… Trocam muito carinho, abraços e beijos… E  dão muitas risadas juntos…  E o mais interessante é que já estão casados há 50 anos!

            Conto essa pequena estória hoje, porque me fascinam as estórias simples e felizes.  E embora a gente tenha a consciência de que vivemos num mundo difícil, e que está muito além dos contos de fadas e dos finais “Eles foram felizes para sempre”, é muito bom poder testemunhar, que apesar de todas os problemas inerentes à vida humana, ainda é possível viver um amor feliz.

            Não sei se essa preciosa dádiva está ao alcance de todos…Mas o fato é que ela ainda é possível!

          E quando digo “amor feliz”, falo das várias faces  do amor, seja ele ágape ou eros.   Mas falo também do amor duradouro que todos sonhamos, aquele que guarda sempre acesa a sua chama (seja fraca ou forte) e que desafia a barreira do tempo,da distância, e que sobrevive às tempestades da vida. Falo do amor na sua essência misteriosa e romântica.

            Mas por que anda tão difícil nos dias atuais, cultivar esse  sublime amor?

           Muitos tentam explicar… Cada um tem lá a sua resposta.

          Difícil é a sobrevivência do amor diante da nossa sociedade egoísta, individualista e descartável, onde as pessoas parecem andar perdidas no meio de tantos compromissos na luta pela sobrevivência…

                Mas acho que o amor é teimoso, e insiste em nunca se apagar no interior de cada um de nós… E por isso, de vez em quando, podemos cruzar com ele numa esquina dessas da nossa rua e enxergar esse “sobrevivente”… Seja na figura de uma criança, de um desenho de coração… Ou num singelo e belo amor maduro, vestido à moda antiga, numa figura de mulher.

        Beijo grande no coração romântico de todos!

Anúncios

9 comentários em “Amor à moda antiga

  1. Que lindo encontro com essa senhora animada e romântica.

    Estou casada há 42 anos e procuramos também conservar tudo de romantismo, saímos de mãos dadas( bem verdade que o netinho Neno, morre de ciúme e até a Cuca, cachorra não quer ver meu marido me pegando ou abraçando,pode?)

    Mas tentamos e temos conseguido… Não é fácil, devemos ter muito carinho mesmo e cultivar pequenos momentos…

    Adorei teu post, como sempre!

    um beijo,tudo de bom,chica

  2. Que post lindo, Teresa. Parece que eu digo isso sempre, né? Mas são sempre lindos. E essas imagens estão belíssimas tb. Nem sei o que dizer:) Só que tb adoro conversar com velhinhas!
    Bjs.

  3. Teresa,

    Vim aqui ontem e li o post. Mas estava com tanto sono que não consegui comentar.
    Achei muito linda essa história. Não é tão difícil ser feliz, o ser humano é que complica tudo. Risos.
    Acho lindo quando sei de casais fazendo muitos anos de casados. Meus pais tem mais de 50 anos , porque eu tenho 51. Mas eles vivem juntos por viver. Se respeitam muito, mas não tem romantismo.
    Um casal amigo da família, que eu chamo de Vó e Vô, fizeram 70 anos de casados, ano passado. As filhas deles me enviaram uma Bíblia branca que foi distribuida como lembrança na festa.
    E viva o amor! O mundo precisa dele.
    Beijos

  4. Que linda história !´
    Fizemos 29 anos de casados há alguns dias, namoramos por 8 anos, e continuo apaixonada pelo meu marido… costumo dizer aos meus filhos que o casamento e como um jardim, voce precisa estar cuidando sempre, tirando as ervas daninhas ( ciúmes, orgulho, desrespeito etc) e fazer com que o amor continue crescendo sempre.
    O casamento tem que estar firmado no Senhor, e precisamos deixar que Ele controle o nosso viver, o nosso amor, que deve estar sempre misturado com muita amizade, cumplicidade, afeto e respeito.
    Quero ter a benção de completar 50 anos de casada, como meus pais e meus sogros tiveram esta maravilhosa bençaõ.
    Espero em Deus…
    Que o Senhor encha o seu lar e o seu casamento de amor, muito amor…
    bjs
    Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

  5. Oi Teresa, e como surpreende ouvir relatos desse amor! Acho que nunca vivi um amor de verdade, porem sei o quanto algumas pessoas são especiais!

  6. como é bonito ver casais assim tão unidos,vivi 17 anos primeiro casamento mais brigavamos muito me separei casei de novo e quebrei a cara deveria ter ficado no primeiro casamento,,hoje talvez eu estaria feliz.,mais a lição serviu para eu aprender as coisas,aprender esperar em Deus só ele pode mudar nossas vida não adianta procurar felicidade fora ,nossa felicidade só Deus pode nos dar. viva todos os casais que ainda conseguem viver um casamento duradouro pois isso é dom de Deus. abraços a todos vcs, sejam felizes muito felizes, que Deus os abençoe.

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: