O Dia da Marmota

            Aqui já estamos nós, navegando de mansinho, nesse início de outono carioca. Os dias estão mais frescos embora ainda ensolarados, mas que fazem a gente ficar mais aliviado do calorão do verão. Mas lembrei-me que lá na “outra porção” , ao norte do nosso planeta, já é primavera! E  ao contrário daqui, as pessoas  do hemisfério norte  estão mais aliviadas pela diminuição do frio intenso.

            Lá nas bandas norte do nosso globo terrestre,muita neve já deve estar derretida ou derretendo, e as flores já ensaiando as suas aparições. Impossível pra mim, não lembrar de toda aquela neve que vimos , quando estivemos por lá no início do ano, na distante Pensilvânia,  região leste dos Estados Unidos. Sem dúvida, vimos cenários de uma beleza deslumbrante, debaixo de muito frio (temperaturas diárias com média de -10 graus Celsius !)

 

            Fomos parar naquelas terras geladas à procura de uma cidadezinha com um nome curioso: Punxsutawney  !  Sei que muitas pessoas vão estranhar e se perguntar, afinal, que cidade é essa com um nome tão estranho?

            A cidade de Punxsutawney é famosa nos Estados Unidos por conta da celebração do “Dia da Marmota”, que acontece todos os anos ,no dia 2 de fevereiro. E essa história já é bem antiga… A primeira vez que ocorreu esta festa foi em 1887.  Originária da mistura das tradições indígenas locais,os  Delaware, e das estórias dos imigrantes alemães que se instalaram por lá, o “Dia da Marmota” (ou Groundhog Day em inglês) diz respeito às “misteriosas previsões ” do tempo… feitas por uma marmota!

   (Imagem da Wikipédia )

            No dia 2 de fevereiro, a famosa marmota “Phil”, mascote oficial e lendária figura da cidade, sai da toca para mostrar se a primavera (no caso simbolizada pela ausência da neve) vai demorar a chegar ou não.

           

   (eu e os meus meninos diante da “Toca do Phil”,a Marmota)  

            Conta a tradição que, se a marmota ao sair da toca ver o dia nublado e ficar por ali um tempinho, significa que o inverno ( a neve ) irá embora logo e a primavera chegará mais depressa naquele ano. Mas,se ao contrário, a marmota sair da toca e ver a sua sombra, se assustar e retornar à toca, isto indicará que o inverno ainda será rigoroso por mais 6 semanas!

            É claro que isso acontece hoje na forma de um evento bem organizado, do jeitinho que os americanos gostam… Com festa, comidas, bandinhas e até fogos de artifício. E o “Dia da Marmota”  acaba atraindo muitos turistas à  essa pequena cidade da Pensilvânia .

            Nós não conseguimos chegar à tempo das comemorações desse famoso dia, mas chegamos lá na cidade na semana posterior ao curioso evento, e fomos visitar a “Toca do Phil”, que fica exatamente no prédio da biblioteca do Centro Cívico, ao lado da Praça Principal . Também não conseguimos fotografar o Phil… Ele estava devidamente escondido dentro da sua confortável toca, continuando na sua hibernação anual. As marmotas são roedores, com aparência de esquilos, só que maiores que eles. Elas realmente vivem em tocas,habitam a América do Norte e hibernam durante todo o inverno…Há espécies de marmotas que podem hibernar até 7 meses!  

Cerimônia do “Dia da Marmota” ( Foto da Wikipédia)

            O filme “O Feitiço do Tempo” (The Groundhog Day), mostrava o “Dia da Marmota” numa perspectiva ainda mais lúdica e engraçada. Quem viu esse filme (muitas vezes já passou na TV…) deve ser lembrar do repórter mau humorado (Bill Murray) que fica  nessa cidadezinha  durante o evento, sendo que todos os dias em que acorda por lá é o dia 2 de fevereiro!Ele fica literalmente “preso” no tempo, e revive a cada dia,as mesmas situações diárias… Hilária a cena em que ele resolve raptar a marmota “Phil”… (Rs…)

            Passamos por vários lugares que lembram esse filme, como a Praça Central, e vimos também as esculturas de gelo… Mas na realidade, o filme não pôde ser gravado na cidade,devido à dificuldades de produção e o difícil acesso,principalmente no inverno.

            Naturalmente, a pequena cidade de Punxsutawney respira  a lenda de sua famosa marmota. Prova disso são as inúmeras lojas de souvenirs e as simpáticas esculturas que mostram a respeitada marmota “Phil” sob várias temas.

            E para completar a nossa estória, lá nas terras das marmotas… Segundo o Phil, a primavera chegaria cedo este ano,fato que animou à todos. E embora os estudiosos metereologistas do assunto afirmem que o percentual de acertos da marmota só chegou a 39% até hoje, parece que este ano o querido roedor realmente acertou na sua previsão,pois o frio intenso já está sendo aliviado pelos quentes ares primaveris. 

            E daqui das nossas terras cariocas,deixamos por enquanto, a neve e o frio guardados na lembrança…E estamos já planejando uma nova viagem pelas terras do hemisfério norte…  Só que agora,inspirados pelo chamado dessas distantes primaveras, estamos em busca de terras mais quentes e ensolaradas… 

            Mostro aqui uma imagem do nosso próximo destino… Quem adivinhará a nossa nova aventura?

            Um abraço primaveril no coração de todos!

Anúncios

8 comentários em “O Dia da Marmota

  1. Teresa,

    Muito interessante esse post. Mesmo sabendo da existência de certos lugares e coisas, essa informações nos ensinam muito.
    Chega a ser engraçado comemorar o dia da marmota, mas é fato.rs Elas são fofinhas também.
    As suas fotos ficaram lindas. Acho lindo neve, mas em fotos e filmes.rs
    Como sempre, um post super informativo de um jeitinho carinhoso, próprio de você.
    Beijos

  2. Oi Teresa! Que post lindo, adorei as fotos e principalmente as marmotas, são muito fofas!
    Eu vi o filme “o feitiço do tempo” há tantos anos que não lembro mais. Agora, vou ter que procurá-lo para ver!
    Beijos e mais uma vez, boa viagem!

  3. Oi Tereza, muito linda aviagem ,ai que frio,a marmota e muito fofa,quanto ao dia da marmota so podia ser coisa de americano.beijos querida

  4. Oi Teresa nem preciso dizer denovo o que acho das marmotas ne!! fofas demais!

    a pensilvania parece ludica como filmes de vampiro rs, essa neve toda pelas arvores, muito bonito

    sobre sua nova viagem ia falar mexico, porem é no norte… se for nos states seria florida?!

    se for em outro lugar do planeta, malasia?! 🙂 minha geografia esta certa?!…

    abraços!

  5. Oi Tereza!!!

    Que viagem linda!!!
    Sua família deve ter adorado!!!!
    Senti mesmo sua falta por aqui….
    Tbm não tenho blogado com tanta intensidade…
    Falta de tempo!!!!
    Aos poucos estou colocando minhas visitas em dia!!!!
    bjs mineirinhos, rs

  6. Adoro essas cidadezinhas cheias de tradições e lendas, adoraria passear num lugar assim! Muito legal essa história da marmota vidente, marmotas são muito fofinhas ne?
    E que nominho complicado dessa cidade, acho que não saberia pronunciar rs
    beijo teresa!

  7. Oi amiga querida
    Puxa! que viagem linda!!!!
    Conhecer novos lugares , culturas diferente, deve ser mesmo maravilhoso!
    Que benção!! É benção mesmo ter este privilégio.
    Fico feliz por voce, e feliz tambem por voce compartilhar conosco estes momentos tão encantadores…conhecemos e aprendemos atravéz de voce.
    Querida , que voce tenha um final de semana tranquilo e feliz junto com sua familia
    beijinhos
    Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

  8. Oi Teresa! Mil desculpas por não responder antes, essa semana foi meio complicada:)
    Que bom que vc está de volta, a viagem foi boa?
    Hoje colhi centenas de sementes daquela margarida… como está a sua? Já nasceu alguma? Bjs.

Deixe aqui o teu comentário... Vou adorar! E muito obrigada pela tua gentil companhia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: